Para gerir é preciso medir: o talento não é exceção

Para gerir é preciso medir: o talento não é exceção

Com uma matriz de talento é possível identificar talentos, desenvolver competências ou até promover a mudança na organização. Como?

A gestão de talentos é fundamental nas empresas: não só influencia diretamente a evolução do negócio como pode contribuir para a sua diferenciação no mercado.

Identificar o potencial dos colaboradores não é uma tarefa fácil, até porque a gestão de pessoas não deve focar-se exclusivamente no desempenho.

Hoje, gerir o talento é um desafio e uma necessidade: as empresas precisam de captar e recrutar as pessoas certas e, ao mesmo tempo, abraçar o desafio de identificar e gerir os talentos na organização.

Usar uma matriz de talento facilita o processo de identificação, gestão e desenvolvimento dos talentos na empresa – atuais e potenciais -, tal como aumentar o potencial para determinada função.

Com recurso a esta ferramenta, as equipas de gestão de pessoas e as lideranças conseguem, por exemplo:

  • avaliar os colaboradores com base na análise da sua performance;
  • identificar rapidamente os colaboradores que devem reter;
  • definir planos de formação e de desenvolvimento personalizados;
  • perceber quais os colaboradores que devem questionar a mudança de função;
  • definir prémios de desempenho mais justos.

Para isso é preciso saber identificar e distinguir um supertalento de um colaborador tóxico, em duas dimensões essenciais:

O potencial futuro

Apoiada na metodologia de classificação de potencial publicada na Harvard Business Review, as principais características de um supertalento são: ambição e energia, capacidade para se adaptar a novos desafios e realidades, demonstrar uma grande identificação com a empresa.

O desempenho atual

Usando um sistema de avaliação de desempenho da empresa, é necessário distinguir os colaboradores pelo seu nível de desempenho. Depois de cada colaborador ser avaliado, é dividido em três grupos: desempenho negativo, desempenho mediano e elevado desempenho.

A partir daqui é delineada uma matriz de talento que facilmente identifica os tipos de colaboradores que a empresa tem ao seu serviço e como os desenvolver:

Com uma matriz de talento é possível identificar talentos, desenvolver competências ou até promover a mudança na organização. Como?

A gestão de talentos é fundamental nas empresas: não só influencia diretamente a evolução do negócio como pode contribuir para a sua diferenciação no mercado.

Identificar o potencial dos colaboradores não é uma tarefa fácil, até porque a gestão de pessoas não deve focar-se exclusivamente no desempenho.

Hoje, gerir o talento é um desafio e uma necessidade: as empresas precisam de captar e recrutar as pessoas certas e, ao mesmo tempo, abraçar o desafio de identificar e gerir os talentos na organização.

Usar uma matriz de talento facilita o processo de identificação, gestão e desenvolvimento dos talentos na empresa – atuais e potenciais -, tal como aumentar o potencial para determinada função.

Com recurso a esta ferramenta, as equipas de gestão de pessoas e as lideranças conseguem, por exemplo:

  • avaliar os colaboradores com base na análise da sua performance;
  • identificar rapidamente os colaboradores que devem reter;
  • definir planos de formação e de desenvolvimento personalizados;
  • perceber quais os colaboradores que devem questionar a mudança de função;
  • definir prémios de desempenho mais justos.

Para isso é preciso saber identificar e distinguir um supertalento de um colaborador tóxico, em duas dimensões essenciais:


O potencial futuro

Apoiada na metodologia de classificação de potencial publicada na Harvard Business Review, as principais características de um supertalento são: ambição e energia, capacidade para se adaptar a novos desafios e realidades, demonstrar uma grande identificação com a empresa.


O desempenho atual

Usando um sistema de avaliação de desempenho da empresa, é necessário distinguir os colaboradores pelo seu nível de desempenho. Depois de cada colaborador ser avaliado, é dividido em três grupos: desempenho negativo, desempenho mediano e elevado desempenho.

A partir daqui é delineada uma matriz de talento que facilmente identifica os tipos de colaboradores que a empresa tem ao seu serviço e como os desenvolver:

matriz de talento legenda

Construída a matriz de talento, consegue facilmente:

    • Identificar talentos: as pessoas que estão a progredir e aptos a alcançar novas posições e as pessoas que não estão no nível desejado e precisam de atenção;
    • Desenvolver competências chave na organização: é necessário saber quais as competências a desenvolver em cada um dos colaboradores, nas funções que desempenham e nas formações que fazem;
    • Promover a mudança: promover mudança de funções para os colaboradores que estão mais desajustados às responsabilidades atuais, melhorar a comunicação, e até mesmo redefinir políticas de incentivos.

Construir e manter uma matriz de talento na organização é possível através de um software de gestão com capacidade para gestão de pessoas, como a solução PHC CS para Human Capital Management

Ao ter incorporado um modelo de matriz de talento facilmente construída, o PHC CS torna mais fácil a missão de decidir

Num primeiro passo, o líder classifica o potencial em cada um dos colaboradores, distribuindo por 6 classificações distintas: de 1 a 3 e de 1C a 3C, em que 1 representa baixo potencial e o 3 alto potencial. A insígnia ‘C’ é colocada em colaboradores essenciais ao funcionamento da empresa, ou com responsabilidades críticas na organização.

Depois de realizadas e registadas as respetivas avaliações, a matriz de talento fica completa: o cruzamento destes dois resultados coloca cada colaborador numa das 9 posições da matriz, assegurando uma análise mais cuidada e a possibilidade de promover ações de desenvolvimento e retenção específicas para cada situação.

A partir daqui e com a gestão de pessoas centralizada no software de gestão PHC CS, a retenção de talento e o desenvolvimento de pessoas é uma realidade, não apenas para as equipas de recursos humanos como para todos os líderes.

Quer evoluir a gestão de pessoas na sua empresa? Com o PHC CS, pode.

Conheça as melhores práticas de gestão de pessoas e como implementá-las no PHC CS

Partilhar:

Artigos relacionados

Scroll to Top

Agende agora a sua reunião e saiba qual a melhor solução para o seu negócio

Skip to content